Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

PEDRO SÁ ESTREIA-SE NO NACIONAL DE RALIS

O ano de 2017 vai marcar um ponto de viragem na carreira de Pedro Sá. Após vários anos a competir em provas dos regionais e do Campeonato FPAK, a aposta do piloto de Viana do Castelo passa pelo Nacional de Ralis e pela luta no Agrupamento de Produção com um Mitsubishi Lancer Evo IX.

A temporada inicia-se já no próximo fim de semana com o Rali Serras de Fafe, prova na qual Pedro Sá fará a sua estreia em pisos de terra com o novo carro e a estratégia apontada pelo piloto passa por "entrar na prova sem correr riscos mas com um ritmo elevado. Será a primeira vez que vou competir num carro de tracção total em pisos de terra e nesse aspecto parto em desvantagem para a concorrência. No entanto é importante conseguir rodar rápido logo nas primeiras passagens porque previsivelmente, nas passagens seguintes os pisos vão apresentar bastantes mais danos e ao nível mecânico temos de saber gerir o material para terminar o rali."
Para o piloto apoiado pela Auto Peças de Anha, Roady, MRW, Cardona, Culizende e Auto Cávado, neste rali os objectivos definidos serão, "em primeiro lugar terminar o rali e além disso, tentar terminar com o melhor resultado possível no Grupo N. Efectuamos já alguns quilómetros de teste com o carro neste tipo de piso e julgo que a adaptação foi razoável. Claro que a experiência aumenta com os quilómetros mas queremos já mostrar um bom andamento nesta primeira prova do ano", adianta.
Jorge Antunes irá manter o lugar de navegador de Pedro Sá, num ano em que a dupla vai também contar com nova assistência, ficado o Mitsubishi Lancer Evo IX entregue aos cuidados da Monteiros Competições.
O Rali Serras de Fafe tem início marcado para sábado, dia 18 com tripla passagem pelos troços de Montim e Confurco, ficando para o final do dia a dupla passagem pela "Fafe Street Stage", uma super especial espetáculo desenhada na cidade.
No dia seguinte, realiza-se o troço de Luilhas com tripla passagem, intercalado com a mítica classificativa da Lameirinha que será percorrida por duas vezes.

Sem comentários:

Enviar um comentário