Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

domingo, 30 de junho de 2013

DESPORTO AUTOMÓVEL DE LUTO

Pedro Fins, piloto de Viana do Castelo, faleceu esta manhã vítima de acidente de viação. Conhecido pelas inúmeras participações em provas de velocidade e ralis, Fins contava já com 14 anos de carreira, tendo-se iniciado no karting em 1999, passando depois pelas corridas de clássicos e também por vários troféus monomarca, quer em velocidade, quer nos ralis, modalidade onde militou até ao último Rali de Alfena, inserido no Desafio Modelstand. 
Mais recentemente, o piloto vianense direccionou a sua carreira para o Campeonato de Portugal de Montanha, campeonato que iria disputar até ao final da presente época ao volante do conhecido Lotus Elan azul.
A carreira e a vida do piloto viria a ser brutalmente interrompida aos 36 anos de idade.
Aos amigos e familiares, o MSCFOTORALI, envia sentidas condolências.

Diogo Gago sem sorte em Langres

Diogo Gago e Jorge Carvalho não foram felizes no Rallye Terre de Langres, terceira prova da 208 Rally Cup, vindo a desistir ainda na primeira especial, devido a um problema com um tubo do radiador.

terça-feira, 25 de junho de 2013

RALI MUNICÍPIO DE MESÃO FRIO AO FOTO FINISH

Bruno Costa e José Janela venceram o Rali Município de Mesão Frio, prova pontuável para o Campeonato Regional de Ralis Norte, um rali marcado pela incerteza quanto ao vencedor até ao final.

Bcracing: diversão e aprendizagem

A equipa B&CRacing esteve a partida do Rali Município Mesão Frio com um Peugeot 205, viatura alugada a  Antunes Motorsport.

segunda-feira, 24 de junho de 2013

domingo, 23 de junho de 2013

MIGUEL BARBOSA CADA VEZ MAIS LÍDER

foto Aifa
Miguel Barbosa e Miguel Ramalho continuam imbatíveis no Nacional de Todo Terreno ao alcançarem a vitória na Baja TT Terras de Alcoutim.
Com um único sactor selectivo de quase 300 quilómetros, a prova idealizada pelo Clube Automóvel do Algarve foi marcada pelas elevadas temperaturas, mas nem por isso a dupla do Team Vodafone / BP Ultimate se mostrou intimidada, chegando à vitória ao fim de 04h53m16s, menos cerca de 5 minutos que o mais directo adversário, Hélder Oliveira.

24 HORAS DE LE MANS: AUDI CONTINUA REINADO

foto FIA
A Audi venceu a edição de 2013 das 24 Horas de Le Mans. O feito do construtor alemão repete-se pela 12ª vez em 14 anos de participação, tendo nesta edição alcançado o triunfo pelas mãos dos pilotos Tom Kristensen, Allan McNish e Loic Duval.

sábado, 22 de junho de 2013

MIGUEL BARBOSA NA FRENTE EM ALCOUTIM

No arranque da Baja TT Terras de Alcoutim, Miguel Barbosa, navegado por Miguel Ramalho, foi o piloto mais rápido na dupla passagem pela Super Especial algarvia.
Ao volante do habitual Mitsubishi Racing Lancer, Miguel Barbosa gastou menos cerca de 20 segundos que o mais directo perseguidor, Hélder Oliveira para percorrer os cerca de 16 quilómetros que compunham esta dupla Super Especial.

OGIER CONFIRMA VITÓRIA NA SARDENHA

foto Mcklein
Sebastien Ogier venceu categoricamente o Rali da Sardenha dando um importante passo para a conquista do título. O piloto francês terminou o rali com 1 minuto e 16,8 segundos de vantagem para aquele que está a ser a revelação do ano, o belga Thierry Neuville e juntou à vitória no rali o melhor tempo na Power Stage.

sexta-feira, 21 de junho de 2013

WRC: VOLKSWAGEN E OGIER LIDERAM NA SARDENHA

Sebastien Ogier e Julien Ingrassia são os líderes incontestados do Rali da Sardenha, disputada que está a primeira etapa. A dupla da Volkswagen entrou ao ataque logo no troço inaugural isolando-se no comando, posição que ao longo de toda a etapa foi sendo consolidada sendo a diferença para o segundo classificado de 46,6 segundos de vantagem, ao cabo de 8 especiais.

quarta-feira, 19 de junho de 2013

VOLKSWAGEN SUGERE E FIA CONGELA WRC'S?

A Volkswagen Motorsport avançou com a hipotese de congelar de imediato o desenvolvimento do Polo R WRC. A ideia do construtor alemão passa por manter o Campeonato do Mundo competitivo e interessante e pondera parar o desenvolvimento do seu WRC de modo a motivar a presença no campeonato por parte de outros construtores.

Paulo Ferraz estreia Porsche em terra no Rallye do Catrepe

Paulo Ferraz não podia deixar de estar presente no Rallye do Catrepe o Rallye da sua terra , fazendo a estreia do Porsche 944 em pisos de terra. Paulo Ferraz acompanhado de Luis Pegas acabou esta prova realizada pelo 3º ano consecutivo em Freixianda - Ourem no 20º lugar da geral e em 11º lugar por entre as viaturas de tração trazeira.
O plioto referia no final : "o rally correu bem como foi a primeira vez que andei com o carro em terra não arrisquei muito! Fiquei em 20º ".

Viana do Castelo representada no Circuito da Boavista 2013

O Viana Classic Team vai estar novamente presente no Circuito da Boavista, na prova do Campeonato de Portugal de Clássicos Circuitos – 1.300, que irá decorrer no fim de semana de 28 a 30 de Junho.

B&CRACING EM MESÃO FRIO

 O Rali Município de Mesão Frio/Marietel que se realiza nos dias 22 e 23 irá contar com a presença da equipa B&C Racing constituída como habitualmente por Paulo Brás/Nuno Carvalhosa.

terça-feira, 18 de junho de 2013

Marco Ferreira não pontua em Monchique

Marco Ferreira e Edgar Gonçalves não foram felizes no Rali de Monchique, vindo a abandonar a terceira prova do Campeonato Regional de Ralis Sul em virtude de uma saída de estrada.

BPinhão Racing Team à procura da vitória no Algarve

No próximo fim de semana disputa-se mais uma etapa do Campeonato Português de Todo Terreno e a BPinhão Racing Team procura o seu primeiro pódio de 2013 .

Acidente arruína excelente prestação de Rafael Lobato em Sever do Vouga

Rafael Lobato marcou presença na 2ª prova do Campeonato de Portugal de Offroad 2013 que se disputou em Sever do Vouga, mostrando um excelente andamento ao longo de toda a jornada até se ver envolvido num acidente com outros dois pilotos na penúltima volta da Final e que ditaria o seu abandono.

domingo, 16 de junho de 2013

PEDRO SALVADOR TRIUNFA EM BRAGANÇA

foto Ricardo Castro - RCFOTORALLY
Pedro Salvador foi o vencedor da Rampa de Bragança, 4ª prova do Campeonato de Portugal de Montanha. O piloto de Chaves apresentou-se à partida ao volante de um competitivo Juno CN11 deixando de lado o Silver Car com o qual alinhou nas rondas anteriores e desde logo se mostrou bastante forte envolvendo-se numa interessante luta com o líder do campeonato, Tiago Reis.

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Karting: João Vairinhos No Bombarral para lutar por um lugar no Pódio

João Vairinhos, que participa no Campeonato de Portugal de Karting e no Troféu Treko, como piloto oficial da FA e da Genikart, e com as cores da Abarth e da Flor das Hortas, vai disputar no próximo domingo na pista do Bombarral a 2ª Prova do Troféu Treko, com o objetivo de alcançar um lugar do pódio na categoria Juvenil.
 Na 2ª prova do Troféu Treko, João Vairinhos pretende terminar nas 3 primeiras posições, nas 2 mangas de qualificação, bem como na final, visto que o principal objetivo passa por pontuar o mais possível, para poder recuperar os pontos perdidos na 1º prova, em que desistiu ainda na 1ª volta da final, quando foi colocado fora de pista por um adversário, e assim se viu privado de obter um bom resultado logo na ronda inicial do Troféu, que se disputa na Pista do Oeste.
“Estou muito confiante para esta prova, e espero não voltar a ter os problemas de motor, que tive em Leiria, há 15 dias na prova do Campeonato de Portugal, bem como não ser colocado fora de pista, conforme aconteceu, na 1ª prova do Treko.
Sei, que vai ser muito difícil, porque os meus principais adversários estão muito fortes, mas vou certamente lutar por um lugar no pódio, e assim tentar obter o maior número de pontos, para poder entrar na luta pela vitória final do troféu, visto que esse é o meu principal objetivo”. Anteviu João Vairinhos

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Marco Ferreira mais confiante para Monchique

Depois da espectacular vitória em Beja, Marco Ferreira e Edgar Gonçalves esperam continuar a boa senda de resultados no Campeonato Regional de Ralis Sul – Duas Rodas Motrizes, agora em Monchique.
“Este é o primeiro rali de asfalto da temporada e como sempre vamos tentar fazer o melhor possível com o nosso Citroen Saxo neste tipo de piso”, começou por lançar Marco Ferreira.
Vice-Campeão Regional Sul em 2012, o piloto de Santiago do Cacém não foi muito feliz nesta prova no ano passado, pois um problema na super especial acabou por hipotecar um bom resultado final. Marco Ferreira diz agora que “é um rali que à partida será idêntico ao que fiz no ano passado e onde, apesar de tudo, nos mostrámos competitivos. O troço em si não é particularmente entusiasmante, pois é estreito, algo lento e com muitas mudanças de piso, portanto considero que é uma prova que não se encaixa bem nas características do Saxo. Espero ter uma prova sem os problemas que tivemos em Beja nas duas primeiras especiais, para podermos dar sempre o máximo e lutar pelos primeiros lugares na classe”.
Sobre o modelo de prova escolhido pelo Clube Automóvel de Portimão, o piloto de Santiago do Cacém que conta com os os apoios de Tudóptica, Consulnear, JBJF, TransmissãoSado, Hora D’Impacto, Jorge Amortecedores e Eni, diz que “sendo quatro passagens pela mesma especial, acaba por tornar a prova um pouco monótona, mas ao mesmo tempo permite outro tipo de evolução de passagem para passagem. Como costumamos entrar sempre mais cautelosos, vamos ter margem para melhorar.”
O Rali de Monchique tem lugar no próximo domingo, sendo composto por quatro passagens por uma prova especial de classificação com cerca de treze quilómetros.

Rafael Lobato optimista para o Ralicross de Sever do Vouga

Rafael Lobato regressa à competição no próximo fim-de-semana para a 2ª ronda do Campeonato de Portugal de Offroad, que se disputa no circuito de Sever de Vouga.
O piloto de Vila Real está mais confiante num bom resultado: "Os problemas que tivemos com a caixa de velocidades na prova anterior estão resolvidos. Espero agora ter o carro mais competitivo e conseguir rodar sem problemas pois isso é fundamental para ganhar confiança e adaptar-me à sua condução. Preciso de todo o tempo que puder ao seu volante para aprender o mais possível e rapidamente alcançar um ritmo competitivo".
Os planos para esta prova passam por: "Andar o mais rápido possível desde o início. A Categoria Super 2000 está muito competitiva, quer em quantidade como em qualidade. O mínimo erro paga-se caro e pode resultar no afastamento da Final, como sucedeu em Lousada. Estamos todos muito empenhados em colmatar estas falhas iniciais e entrar na disputa dos lugares cimeiros, que é o objectivo para esta época de estreia".
A equipa aproveita para convidar todos os leitores a marcarem presença em Sever do Vouga, com as provas a acontecerem durante a tarde de sábado e todo o dia de domingo.
Entretanto já estão disponíveis os vídeos das corridas de Rafael Lobato em Lousada, que poderá ver nas seguintes ligações ou na sua página do Facebook www.facebook.com/Rafael.Lobato.Fan.Page

ESTE ANO O CIRCUITO DA BOAVISTA ARRANCA MAIS CEDO

A menos de 2 semanas para o regresso da competição ao asfalto da cidade, a Câmara Municipal do Porto, através da PortoLazer, lança uma das novidades que preparou para a edição deste ano, em parceria com a GT Competizione.
Aderindo à competição automóvel virtual, modalidade que reúne cada vez mais praticantes, recorreu-se a um dos mais populares simuladores de competição automóvel a nível mundial, o rFactor, para recriar o Circuito da Boavista na sua actual versão de 2013,  com o lançamento de uma competição virtual que permitirá a todos os adeptos do desporto automóvel passarem para dentro do cockpit e fazerem eles próprios parte da acção.
De 11 a 14 de Junho  vai realizar-se o VIRTUAL HISTORIC GRAND PRIX e na semana seguinte o VIRTUAL TOURING GRAND PRIX, recreando na íntegra o que se irá passar na realidade. As inscrições para este passatempo abrem já este dia 4 sendo que poderão participar até 120 pilotos em cada uma das competições. A organização preparou algumas recompensas para os vencedores, em que se incluem convites personalizados para os fins-de-semana de corridas e possivelmente voltas reais ao Circuito da Boavista com verdadeiros pilotos e carros de competição. Também os pódios finais de ambas as corridas serão realizados no pódio oficial do Circuito da Boavista.
Na corrida reservada aos Históricos, será utilizado o modelo Alfa Romeo GTA 2.0, e obviamente que para a corrida dos Turismos, a escolha recairá no Honda Civic, em tudo semelhante ao que é tripulado pelo nosso piloto Português, Tiago Monteiro, também ele um dos padrinhos desta iniciativa.
O responsável pelo desenvolvimento da pista do Circuito da Boavista na sua versão de 2011 e 2013 é Mário Morais, licenciado em Comunicação e Multimédia e natural de Chaves e que dedica parte da sua actividade à simulação automóvel.
Todas as informações em detalhe, nomeadamente sobre as inscrições, o programa e o regulamento do passatempo, vão estar disponíveis a partir das páginas do Facebook do Circuito da Boavista e da GT Competizione, bem como em www.circuitodaboavista.com e www.gtcompetizione.com . As mangas de qualificação e corridas vão ser transmitidas em direto na Internet.
A pista está disponível para download no portal de turismo da Cidade do Porto (www.visitporto.travel) em
Passatempo oPORTOnity TO RACE VIRTUAL GP 2013 – Inscrições 04.06-10.06 e 04.06-17.06. 


quarta-feira, 12 de junho de 2013

A. Maia Sport no Rally Vidreiro: “Objetivos cumpridos, mas resultado soube a pouco”

A Marinha Grande foi palco neste passado sábado de mais uma ronda dos mais importantes campeonatos Nacionais no que diz respeito aos ralis, com a realização da edição de 2013 do Rally Vidreiro.
A prova em pisos de asfalto foi pontuável para o Campeonato de Portugal de Ralis, Campeonato Open de Ralis, Desafio Modelstand e ainda Troféu Rallycar.
Depois da ausência no Rali Cidade de Guimarães, a A.MaiaSport prosseguiu o seu programa desportivo de 2013, alinhando na prova com a dupla Júlio Maia e Alexandre Rodrigues com o “ostentoso” Peugeot 206 S1600.
A dupla da Póvoa de Varzim arrancou para a prova centrados em fazer uma prova de evolução, com o principal objetivo de terminar e voltar a ganhar ritmo e confiança com o carro, após a desistência do Rally Santo Thyrso.
Com condições meteorológicas muitos instáveis e com os pisos ora seco, ora com zonas molhadas, a dupla optou por não entrar em loucuras e foram fazendo a sua prova, evoluindo PEC a PEC e indo subindo muitas posições ao longo do rali, fazendo uma prova sem erros e tendo aqui o verdadeiro teste após a reparação do 206.
“Entramos muito cautelosos na prova, vínhamos de uma “saída” em Santo Tirso e primeiro apostamos em voltar a ganhar confiança com o carro, evoluindo o nosso ritmo de prova em cada especial. Os troços estavam muito sujos, pelo que era fácil cometer erros. Da nossa parte o objetivo de terminar a prova foi cumprido mas sabemos que andamos muito aquém das nossas capacidades, motivado em muito pelo acidente sofrido em Santo Tirso , contudo o carro esteve excelente e o resultado acaba por ser positivo, mas “soube a pouco” pois temos a noção que poderíamos ter ido mais além”, salientou Júlio Maia.
A dupla apoiada por Liqui Moly, Crédito Agrícola, A.Maia Lda, PóvoaCar, Gruzim, SBL, NorteShopping, Alameda Con`Vida , Vietauto, Auto Pinheiro, Magenta e Cião e Blucare, terminou o Rallye na 4ª posição do Troféu Rallye Car, sendo os 10º no COR 2 RM.
Logo após o Rally de Vidreiro, no dia 9 de Junho a equipa esteve presente em Vila do Conde no evento de apresentação do novo Peugeot 208 GTI, a convite da Gamobar – Concessionário Peugeot com duas das suas viaturas, num evento que dignificou em muito a imagem da equipa e de todos os parceiro que nos apoiam, visitado por milhares de espetadores.

Mais uma prova azarada para a equipa AMAzing Team no Rali Vidreiro

A equipa AMAzing Team apresentou-se à partida de mais uma prova do Campeonato Portugal de Ralis, no Rali Vidreiro de 2013, 3ª prova pontuável para o campeonato. Os objetivos para este rali eram bem definidos e passavam em acabar a prova com a melhor classificação possível, ganhar mais experiência, mas acima de tudo, divulgar mais uma vez o objetivo principal que consiste na angariação de fundos para a construção de um edifício multi-funcional para a AMA – Associação Amigos do Autismo.
A preparação do rali correu muito bem, com testes efetuados na zona da mata de Leiria, e onde tudo indicava para um rali sem problemas. Ainda no dia sexta, a equipa efetuou um co-drive com alguns jovens com autismo da APPDA-Leiria junto ao parque de assistência, permitindo que estes jovens sentissem a adrenalina de andar num carro de rali. Chegado o dia do rali, o sentimento de que tudo iria correr bem, facto que não se verificou logo após o início da 2ª especial cronometrada. “A 1ª especial foi realizada com calma. Ainda íamos a sentir o carro e como estava o seu comportamento, mas nada de anormal se fazia notar.  No entanto, logo no início da 2ª especial, sem que nada o fizesse prever, o carro desligou-se e nunca mais pegou. Depois de em Guimarães termos desistido por avaria mecânica, pois o motor cedeu, desta feita um problema com o sensor da cambota esteve na origem da nossa desistência. Foi uma pena mais uma vez abandonarmos e de novo no inicio do rali, mas realço a experiência que proporcionamos aos jovens com autismo da APPDA-Leiria durante o dia de sexta”, refere o piloto Marco Reis.
Para o navegador, Rui Raimundo Jr, a maré de azar não quer largar a equipa, “depois de em Guimarães termos desistido, para o Rali Vidreiro o carro sofreu uma profunda revisão. E nada nos fazia prever que o azar bateria à porta de novo. Ao que tudo indica, um problema eléctrico fez-nos mais uma vez desistir. Não podemos baixar os braços, e apesar de algo desanimados temos de pensar que o nosso objetivo de campeonato tem de continuar a ser divulgado nas restantes provas.”
A equipa apoiada pela Optimus, Cepsa, AMAzing – Publicidade e Comunicação, YZYCAR, Auto-Rabal, Raifama Automóveis, Overstep, Heads Motorsport e Monteiro’s Competições continuará a sua missão neste Campeonato Portugal de Ralis, estando presentes na próxima ronda, no Rali de Mortágua.

Diogo Gago soma pontos no Vidreiro

Diogo Gago e Jorge Carvalho conquistaram o quinto posto no Rali Vidreiro, prova pontuável para o Campeonato de Portugal de Ralis de Duas Rodas Motrizes e na qual se viram obrigados a participar com um Peugeot 206 Gti, ao invés do habitual Citroen C2 R2 Max.
“Não foi um rali propriamente fácil para nós e tínhamos essa noção antes de arrancar, pois não contávamos com uma viatura que nos pudesse levar a fazer jogo igual com a concorrência”, começou por dizer Diogo Gago.
O jovem piloto algarvio ainda assim destacou que “nem por isso deixámos de demonstrar o nosso valor e desde início que estivemos na luta pelos primeiros lugares. O estado do tempo apesar de instável até nos ajudou na fase inicial da prova, pois conseguíamos minimizar o facto de contarmos com um carro menos competitivo”.
Mas se com as condições climatéricas mais difíceis ainda foi possível minimizar as perdas, já com os troços a secar ao final do dia, o piloto que conta com os apoios de Berci, Axa Seguros, QF-Lda, Britefil, Pedro Pinto Automóveis, Ray Just Energy Drink, Chaveca & Janeira e Mariscos Galvão acabou por cair até ao quinto posto entre os Duas Rodas Motrizes.
“Dentro do Pinhal as coisas complicaram-se para nós, pois os pisos começaram a secar e tornavam o troço mais rápido e apesar de termos dado tudo, era impossível acompanhar o ritmo da concorrência, pois perdíamos muito em velocidade de ponta”, destacou Diogo Gago, que rodou sempre no pódio até ás últimas especiais.
Numa prova em que teve que optar por um Peugeot 206 Gti ‘á última da hora’, Diogo Gago não deixou de “agradecer o enorme esforço da equipa técnica da Monteiro Competições, pois em tempo record conseguiram colocar-nos nas mãos um carro fiável e que nos permitir somar importantes pontos para o Campeonato de Portugal de Ralis – Duas Rodas Motrizes”. 
A próxima prova da dupla Diogo Gago/Jorge Carvalho no Campeonato de Portugal de Ralis, será o Rali de Mortágua.

Fernando Martins e Luis Ferreira com objetivos cumpridos em Cabeceiras

foto Nuno Pimenta
A quinta prova do Campeonato Inter-Municípios Norte teve como palco Cabeceiras de Basto, que recebeu a 2º edição do Rally Sprint Abadim/Cabeceiras de Basto, prova organizada pelo Team Baia e pelo Clube Automóvel de Guimarães. 
A dupla do Jaguar, Fernando Martins e Luís Ferreira partiam para este rali em 2º lugar da classe VII a 7 pontos do 1º classificado e com o objetivo de vencer e ainda ficar nos 10 primeiros da geral.
Fernando Martins a correr em casa estava confiante para fazer um bom resultado: “Tendo um bom conhecimento do troço e agora que o Jaguar evoluiu a nível de suspensão e pneus o nosso objetivo era ganhar a classe VII e ainda ficar nos 10 primeiros, conseguimos beneficiar com as condições climatéricas e entramos logo ao ataque na SS1. Decidimos não baixar o ritmo e conseguimos obter o 1º lugar da classe VII e um muito bom 5º lugar da geral. “
Luís Ferreira: “ Os objetivos do Fernando eram claros, e confesso que não estava confiante até ao final da primeira especial. Com as condições do tempo tive zonas que mal via a estrada e estava com medo de me enganar nas notas mas acabou por correr tudo bem e conseguimos cumprir os objetivos”
O Team Roady Carvalhos, parte agora para a próxima prova o Rali de Famalicão, tentando novamente um bom resultado.
"Deixamos um especial agradecimento a Auto Roady Carvalhos, Stand 222, Rupeças, Serralharia AJ Oliveira, Jorge Amortecedores, José Silva, Pessoal e Intransmissível Lda., Plural Cores e ao nosso órgão de comunicação social +Rally –Futebol. Agradecemos também todo o apoio dos nossos amigos e da Inkipe bem como do publico presente".

XXVI Rallye de Narón Vila – Doce ganan en casa sin contemplaciones

La Copa ASR-Kumho afrontaba la quinta cita del año con la disputa del Rallye de Narón. La inscripción aumentaba con respecto al Comarca da Ulloa, y varios eran los pilotos locales que deseaban realizar un buen papel aquí, como Borja Vila, Francisco Javier Pico o Ignacio Sanesteban.
La prueba fue dominada desde el comienzo por Borja Vila, que ya en el primer tramo endosaba más de 20 segundos a sus rivales.
Pablo Fernández, actual líder del certamen se colocaba en segunda posición, con un Ignacio Sanesteban que le pondría las cosas difíciles a lo largo de la prueba, pero por la tarde el piloto pontevedrés apresuraba el ritmo y sentenciaba los puestos de podio.
Iván Vázquez se mantenía muy cerca del cajón durante la matinal, llegando a ocupar la tercera plaza en alguna ocasión, mientras por la tarde se dedicaban a conservar la cuarta posición, muy satisfactoria tras varios sinsabores.
En quinta plaza terminaba Raúl Martínez, que ganaba la partida a Javier Bouza y José Joaquín Rasilla, los cuales terminaban detrás suya en la clasificación.
En octava posición terminaba el flamante vencedor del Comarca da Ulloa, Adrián Vázquez, que en unas condiciones muy diferentes no estuvo en la lucha por la victoria. Aún así terminaba por delante de Francisco Javier Pico y José Seijo, que cerró la clasificación.
Destacar, que a pesar de la dureza del rallye, todos los participantes llegaron a meta.
La ventaja de Pablo Fernández al frente de la Copa asciende a 337 puntos sobre el segundo clasificado, Adrián Vázquez, que a pesar de su discreto resultado mantiene dicha plaza, por sólo cuatro puntos con el vencedor en este rallye, Borja Vila.  
Raúl Martínez se mantiene cuarto, aunque se aleja de los puestos de podio, mientras Francisco Javier Pico asciende a la quinta plaza, por delante de José Seijo. 

Clasificación Copa ASR-Kumho
1º Borja Vila - Yago Doce 106 XSi 1:08:26,3
2º P. Fernández - M. J. Bouzón 106 Rallye +1:21,5
3º I. Sanesteban - D. Ramírez Saxo VTS +1:50,3
4º Iván Vázquez - Diego Vázquez Saxo VTS +2:40,3
5º Raúl Martínez - Ó. Martínez Saxo VTS +3:21,0

Clasificación general
1º P. Fernández 907
2º A. Vázquez 570
3º B. Vila 566
4º R. Martínez 428
5º F. J. Pico 281

Sebastian Vettel domina GP do Canadá de F1

foto AutoSport
Sebastian Vettel alcançou no Canadá uma vitória arrebatadora. Partindo da pole, não facilitou no arranque, e a partir daí depressa alcançou uma margem perfeitamente inalcançável para os seus perseguidores, terminando com uma vantagem de 14 segundos para Fernando Alonso, que muito lutou para aí chegar. Desta forma, o alemão da Red Bull destacou-se ainda mais no comando do campeonato, tendo agora 36 pontos de avanço para Fernando Alonso, que suplantou Kimi Raikkonen nas contas da competição.
Lewis Hamilton levou o Mercedes ao terceiro lugar, ele que passou a maior parte da corrida na perseguição, distante, a Vettel. O piloto inglês perdeu a batalha face a Alonso, que o passou definitivamente, após várias tentativas, nas derradeiras voltas da corrida.
Mark Webber foi quarto, muito longe dos homens do pódio, terminando na frente de Nico Rosberg. Excelente sexto lugar para Jean Eric Vergne, que com o seu Toro Rosso obteve a sua melhor classificação de sempre na F1. O francês foi o primeiro piloto a ser brindado com uma volta de avanço do vencedor, e entre eles, também o nono classificado, Kimi Raikkonen, que teve uma corrida muito complicada, especialmente quando um problema na box, com o aperto de um das rodas do seu Lotus, o fez perder muito tempo.

Classificação
1. Vettel Red Bull-Renault 1h32:09.143
2. Alonso Ferrari a 14.408
3. Hamilton Mercedes a 15.942
4. Webber Red Bull-Renault a 25.731
5. Rosberg Mercedes a 1m09.725
6. Vergne Toro Rosso-Ferrari a 1 Volta
7. Di Resta Force India-Mercedes a 1 Volta
8. Massa Ferrari a 1 Volta
9. Raikkonen Lotus-Renault a 1 Volta
10. Sutil Force India-Mercedes a 1 Volta
11. Perez McLaren-Mercedes a 1 Volta
12. Button McLaren-Mercedes a 1 Volta
13. Grosjean Lotus-Renault a 1 Volta
14. Bottas Williams-Renault a 1 Volta
15. Ricciardo Toro Rosso-Ferrari a 2 Voltas
16. Maldonado Williams-Renault a 2 Voltas
17. Bianchi Marussia-Cosworth a 2 Voltas
18. Pic Caterham-Renault a 2 Voltas
19. Chilton Marussia-Cosworth a 3 Voltas
20. Gutierrez Sauber-Ferrari a 7 Voltas
*fonte AutoSport

terça-feira, 11 de junho de 2013

RALISPRINT ABADIM / CABECEIRAS: VITÓRIA PARA MIGUEL FERNANDEZ

Foi sob condições climatéricas bastante complicadas que o Motor Clube de Guimarães em parceria com o Team Baia colocaram na estrada a segunda edição do Ralisprint Abadim / Cabeceiras, 5ª prova do Campeonato Inter Municípios Norte. A chuva, mas sobretudo o denso nevoeiro foram uma constante ao longo de toda a prova colocando aos cerca de 60 concorrentes inscritos dificuldades acrescidas para percorrerem as 4 passagens previstas ao bonito traçado de 7 quilómetros.
Apontados como favorita à partida, a dupla Miguel Fernandez e Javier Castro fez-se valer de todo o potencial do seu Mitsubishi Lancer Evo 6 para levar de vencida a prova. Iniciando a prova ao ataque, Fernandez vencia a primeira classificativa embora seguido de muito perto pelo Volkwagen Polo de Daniel e Pedro Silva que, com o segundo melhor registo, se afiguravam desde logo como os principais rivais da dupla vida da Galiza.
Na segunda classificativa seria a vez de Daniel Silva levar o seu potente Volkswagen Polo à vitória, deixando o Mitsubishi de Fernandez a cerca de 4 segundos, aumentando a incerteza quanto ao vencedor final. A resposta não se fez esperar e Miguel Fernandez voltava a impor-se na 3ª classificativa, beneficiando de um tempo menos conseguido da dupla do Volkswagen para se isolar no comando da prova. 
Quando faltava apenas uma pec para se decidir o vencedor, o piloto da Galiza não baixou os braços e impôs-se novamente sobre toda a concorrência segurando a vitória.
O segundo lugar acabaria nas mãos de um combativo Daniel Silva que pouco ou nada poderia fazer face ao melhor desempenho do Mitsubishi Lancer perante as condições adversas do traçado.
O ultimo lugar do pódio ficou na posse de Casimiro Costa. O piloto do Peugeot 206, acompanhado por Diogo Bastos, rodou sempre muito próximo dos homens da frente obtendo excelentes registos com um carro substancialmente menos potente.
Seguiram-se na classificação geral Rui Morais e Carlos Senra, a bordo de um bem preparado Volkswagen Golf VR6, na frente dos vencedores entre os clássicos Fernando Martins e Luis Ferreira, autores de uma prova bastante positiva com o Jaguar a mostrar-se à altura do desafio.
Domingos Silva e Ricardo Oliveira, no habitual Fiat Punto GT, fecharam o top 6 da classificação geral.
O Campeonato Inter Municípios Norte prossegue nos dias 20 e 21 de Julho com a realização do Rali de Famalicão.

ANDRÉ MARTINS NO RALI VIDREIRO: DEMASIADO CURTO

Partindo para a edição 2013 do Rallye Vidreiro com excelentes expectativas na obtenção de um bom resultado a dupla André Martins e Ricardo Torres viu a sua prova terminar cedo demais, caindo assim por terra as esperanças de um bom resultado.
Tendo preparado a prova com bastante afinco, André Martins e Ricardo Torres sentiram uma enorme desilusão quando no inicio da primeira especial, Carnide, o diferencial frontal do Mitsubishi Lancer Evo VII cedeu, sendo a equipa forçada e por fim à sua prova mesmo antes de fazer qualquer km competitivo.
Como adiantou o piloto de Vila Real, “tínhamos feito um excelente trabalho de preparação e partia-mos com boas expetativas, pensando que poderíamos sair daqui com um bom resultado, tanto no Open como no Trofeu Rallycar. No entanto nada disso foi possível, o diferencial cedeu logo na partida primeira especial e a nossa prova ficou por ali. Não há muito a contar, os ralis são mesmo assim, desta vez foi demasiado curto”.
Apesar deste percalço os objetivos da equipa mantem-se intactos, “não vamos baixar os braços, porque nada está perdido. Este foi apenas um momento menos bom e vamos com certeza estar no nosso melhor na próxima prova, pois quando fazemos o que gostamos não há espaço para a desmotivação”.
Também Ricardo Torres alinha pelo mesmo discurso, “foi de facto frustrante, mas já passou. Agora vamos tratar do Mitsubishi para que já daqui a 3 semanas tudo esteja perfeito e possamos lutar por mais um bom resultado, desta vez em pisos de terra e num rali tão especial como é o Rali de Oliveira do Hospital”.
A equipa agradece a todos os que demonstraram o seu apoio neste Rallye Vidreiro e a todos aqueles que depois do azar se tentaram inteirar sobre o que se havia passado com equipa, prometendo estar de volta com todo o entusiasmo vontade de fazer um grande rali já em Oliveira do Hospital.
André Martins e Ricardo Torres dispõe agora de cerca 3 semanas para reparar e preparar o Mitsubishi Lancer Evo VII para os pisos de terra da região de Oliveira do Hospital.

RALISPRINT ABADIM / CABECEIRAS DE BASTO: INKIPE CUMPRE OBJECTIVOS

foto Manuel Castro
Decorreu no passado dia 9 de Junho a segunda edição do Ralisprint Abadim / Cabeceiras. Com o número 52 nas portas, a dupla Sílvia Gonçalves / Miguel Castro apresentava-se à partida a bordo de um Citroen AX 4x4, sendo esta a estreia da dupla em provas de estrada.
Sem objetivos a nível desportivo, a dupla centrava a sua participação em duas metas distintas: chegar ao final sem qualquer problema no carro e aproveitar o máximo desta experiencia.
Com umas condições climatéricas extremamente complicadas devido aos pisos molhados mas sobretudo ao denso nevoeiro, a dupla arrancou cautelosa para a primeira das 4 classificativas, decorrendo esta sem percalços, o que aumentou um pouco a dose de confiança.
Para a segunda classificativa, logo na partida o pequeno AX deu um pequeno susto à equipa quando no arranque, sem razão aparente, se desligou por 2 vezes, no entanto este percalço não seria suficiente para esmorecer os ânimos e a equipa atacou a classificativa com mais confiança, algo que apenas não se refletiu na classificação devido ao tempo perdido no arranque.
Com a mesma confiança e com o ânimo em alta, a dupla atacava a terceira pec, novamente com o imenso nevoeiro a dificultar a progressão, mas nem por isso a classificativa deixou de ser cumprida com sucesso sem qualquer contratempo e com o tempo efetuado a baixar substancialmente em relação à primeira passagem.
Caminhava-se a passos largos para o final e a dupla decidia levar o pequeno Citroen AX até ao final sem problemas pelo que havia de cumprir o ultimo troço com muita calma para não haver dissabores. A classificativa acabaria por ser neutralizada antes da partida do Citroen AX pelo que restou a Sílvia Gonçalves e Miguel Castro efetuarem o traçado em ligação, aproveitando para agradecer ao muito público presente o imenso apoio. No final, a dupla veria ainda recompensado o seu desempenho com a vitória na Classe IX a que correspondeu o 43º lugar da geral.
foto Arnaldo Marques
Sílvia Gonçalves mostrava-se no final plenamente satisfeita com o desempenho “foi uma experiencia fantástica! Conseguir trazer o carro intacto até ao final perante estas condições extremamente adversas foi uma vitória, mas acima de tudo, destaco o enorme apoio do muito público presente à nossa passagem, algo que nos encheu de motivação. Um dia marcante, sem dúvida.” 
Para o navegador Miguel Castro o sentimento de dever cumprido e a satisfação também eram bem patentes: “Objetivos cumpridos! Foi uma experiencia muito positiva e conseguir alcançar o final sem problemas é para nós uma recompensa”. Resta-me agradecer a todos o apoio dado e também agradecer à Sílvia pela oportunidade que me deu para alinhar nesta “aventura”.
A participação da dupla só foi possível graças à boa vontade e apoio voluntário de muitas pessoas. Ficam os agradecimentos a Daniel Miranda, pela cedência do carro, Oficina Auto Miranda (Hélder Miranda), Quinta das Carvalhas, Paulo Castro, Miguel Teixeira, Rui Guedes, Fernando Martins, Hugo Pereira, Filipe Oliveira, Nicolas Cernadas, Kelly Gandrachão, João Traila, a todos os membros da “INKIPE” e a todo o público presente pelo enorme apoio demonstrado.

Comunicado de Imprensa
Fotos Manuel Castro e Arnaldo Marques

RALI VIDREIRO - Avaria rouba vitória a Carlos Cruz

Teve lugar este fim-de-semana o Rali Vidreiro, quinta prova do Campeonato Open de Ralis  - Duas Rodas Motrizes, com Carlos Cruz e Paulo Santos a mostrarem uma vez mais um excelente andamento com o Peugeot 206 RC, acabando por ver escapar a vitória nas Duas Rodas Motrizes devido a um problema mecânico.
foto Nuno Pimenta
A prova organizada pelo Clube Automóvel da Marinha Grande começava com duas especiais em Carnide e aí a dupla de Leiria entrou bastante bem, terminando a primeira ronda com uma confortável liderança de cerca de meio minuto para a concorrência, como nos confidenciou Carlos Cruz.
“No primeiro troço ainda entrámos um pouco cautelosos, mas conseguimos o segundo melhor tempo. Na segunda especial andámos bem mais rápido com o Peugeot 206 RC e fizemos um tempo muito bom, que nos colocou na liderança do Open – 2RM e ainda no terceiro posto absoluto no rali”, começou por dizer Carlos Cruz, que avançou que a escolha de pneus para as primeiras especiais não foi fácil, “pois os troços apresentavam algumas zonas ainda bem húmidas”.
A terceira especial do rali disputou-se na mata de São Pedro de Moel e a dupla apoiada pela ENI, Pneutec, Grupo Lena e LPM Automóveis voltou a ser a mais rápida entre os concorrentes do Open 2RM, ampliando a vantagem para a concorrência.
A segunda vitória da temporada estava plenamente ao alcance da dupla de Leiria, mas como nos contou Carlos Cruz, “um problema ao nível do acelerador acabou por nos deixar parados na ligação para a quarta especial e não havia nada a fazer. Foi pena, acima de tudo porque estávamos a fazer um grande rali e podíamos ainda conseguir um pódio absoluto nesta prova”, lamentou o piloto de Leiria, que tinha chegado ao Rali Vidreiro na liderança do Campeonato Open de Ralis – Duas Rodas Motrizes e que se preparava para conquistar mais uma vitória com o Peugeot 206 RC da RF Competições.
O Campeonato Open de Ralis prossegue nos dias 28 e 29 de Junho, com a realização do Rali de Oliveira do Hospital, prova que será disputada em pisos de terra.

segunda-feira, 10 de junho de 2013

RALI VIDREIRO: 3 EM 3 PARA BERNARDO

foto José Bandeira - Motores Magazine
Bernardo Sousa venceu o Rali Vidreiro mantendo-se imbatível no CPR deste ano. O piloto do Ford Fiesta até nem começou o rali da melhor forma com uma escolha errada de pneus a condicionar as suas prestações. No entanto, as condições atmosféricas instáveis acabaram por beneficiar o piloto madeirense que alcança assim a 3ª vitória do ano.
foto José Bandeira - Motores Magazine
Adruzilo Lopes foi uma das figuras do rali. Instalando-se no comando do rali a partir da segunda pec, o piloto deu um recital de condução ao volante do seu Subaru até se ver prejudicado por um problema mecânico que atrasou o piloto, fazendo-o cair para o 4º lugar.
Pedro Meireles e Ricardo Moura também se destacaram na prova do Clube Automóvel da Marinha Grande. Ao volante dos competitivos Skoda Fabia, os pilotos travaram uma interessante luta ao longo de todo o rali tendo Ricardo Moura levado a melhor sobre Meireles apenas na ultima classificativa, a Super Especial, por umas impressionantes 2 décimas de segundo.

foto José Bandeira - Motores Magazine
João Barros voltou a impor o seu Clio S1600 nas 2 rodas motrizes vencendo destacado a competição. André Marques fez regressar à estrada o seu Peugeot 206 S1600 obtendo o 2º lugar final deixando o ultimo lugar do pódio nas mãos do Vieirense Ricardo Marques, piloto que lidera o campeonato.

foto José Bandeira - Motores Magazine
No Open de Ralis, Carlos Martins foi o vencedor tendo dominado sem grande oposição a totalidade das especiais, obtendo também a vitória no Regional Centro.
Luis Mota ficou no segundo lugar, um resultado também ele obtido sem grande oposição adversária tendo o principal foco de interesse ocorrido na luta pelo 3º lugar. Carlos Cruz e Fernando Teotónio envolveram-se numa disputa pela posição, mas Cruz acabaria por ser forçado ao abandono com uma avaria no seu Peugeot, deixando Teotónio descansado no ultimo lugar do pódio.
Nas 2 rodas motrizes a vitória sorriu ao piloto espectáculo Eduardo Veiga, ao volante do habitual Escort MKII.
No Desafio Modelsand, João Ruivo foi o vencedor enquanto Fabio Paço venceu entres os concorrentes do FastBravo.
As classificações completas podem ser consultadas nesta ligação.