Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

sexta-feira, 31 de maio de 2013

WRC: RALI DA GRÉCIA COM SOTAQUE RUSSO

Com apenas 2 especiais a comporem o primeiro dia, o Rali da Grécia arrancou cheio de incidências entre os pilotos da frente. Apontado como favorito, Sebastien Ogier hipotecou logo no início da prova as suas hipoteses. Problemas mecânicos ao nível da bomba de gasolina ditaram o abandono do piloto francês da Volkswagen que regressará contudo em "Rally2" amanha.
Outro dos azarados do dia foi Mikko Hirvonen. Com graves problemas de direcção no seu Citroen, o piloto finlandês perdeu bastante tempo e em apenas 2 troços o seu atraso para o líder é de mais de 6 minutos.
Do lado da M-Sport, o azar também bateu à porta do ponta de lança da formação. Mads Ostberg perdeu uma roda do seu Fiesta WRC no decorrer da primeira especial e encontra-se num modesto 9º lugar.
Quem entrou muito forte foi o russo Evgeny Novikov. Com 2 vitórias nas 2 classificativas disputadas, Novikov coloca-se na liderança dispondo de uma vantagem de 30,3 segundos de vantagem sobre Dani Sordo. O espanhol da Citroen, apostado em vingar-se dos azares tem adoptado um ritmo rápido mas cauteloso que lhe dá um resultado muito positivo a abrir o rali. No entanto, Sordo não poderá baixar os braços já que a pouco mais de 9 segundos está Jari-Matti Latvala. Ao volante de um Volkswagen Polo R WRC, Latvala entrou no Rali da Grécia bastante confiante e promete lutar até ao final pelos lugares cimeiros. 
Seguem-se na classificação Thierry Neuville, Andreas Mikelsen e Nasser Al-Attiyah, a encerrar o top 6. Na WRC 2, Robert Kubica, 10º da geral está na liderança seguido de Yuri Protasov.
O Rali da Grécia prossegue com a realização das 8 provas especiais de classificação que compõe a segunda etapa. Os tempos online podem ser acompanhados aqui.

OVERTSTEP Racing Team destacou-se como carro “0” no Rali de Condeixa

A OVERTSTEP Racing Team marcou presença no passado fim-de-semana, como carro “0” a convite especial da organização do evento, daquela que é a segunda prova pontuável para o Troféu Regional de Ralis Centro, desta feita o Rali de Condeixa. 
Francisco Almeida, CEO da OVERTSTEP, não poderia recusar o convite que lhe foi endereçado, e que lhe assegurava assim a possibilidade de colocar em prova o SEAT Marbella da equipa, que sendo conduzido pelo próprio, acabou por se tornar ainda mais um desafio, dada a exigência técnica que as especiais que compunham a prova apresentavam. 
Dando assim continuidade ao trabalho que tem sido desenvolvido em pareceria com a SicoÉco Racing Events, a OVERTSTEP, conseguiu não passar indiferente aos milhares de espectadores que acompanharam a prova, quer pelo excelente andamento demonstrado, apesar deste ser o seu primeiro rali de terra, quer pela surpresa causada pelo carro escolhido e a performance executada. 
“O SEAT Marbella provou uma vez mais ser um carro muito capaz, deixando boas indicações para dar continuidade ao projecto elaborado pela OVERTSTEP Racing, que passa prioritariamente por procurar jovens promessas do desporto automóvel, e possibilitar a iniciação da sua formação em conjunto com a nossa equipa, desenvolvendo projectos com futuro no mundo do desporto automóvel. A participação no Rali de Condeixa, permitiu-nos alcançar os nossos objectivos de promoção do projecto e da equipa, onde não posso deixar de destacar a área social que foi criada para o evento, dado que esta foi visitada por muitos adeptos deste desporto, garantindo assim contactos importantes para o futuro”, referiu Francisco Almeida. 
Para Laura Natividade, Responsável da OVERTSTEP Racing Team, esta participação no Rali de Condeixa, “foi efectivamente uma aposta bem conseguida, dado que ficou provado mais uma vez que o pequeno SEAT Marbella pode conseguir tornar-se grande, sendo capaz de conseguir bons resultados mesmo estando integrado num troféu que conta sempre com a presença de inúmeros inscritos, e que tem vindo a crescer num continuum. Procurámos nesta fase criar o espaço que está em falta no desporto automóvel, para inserir jovens que tenham a vontade necessária para vingar neste mundo, possibilitando a sua formação de raiz num carro excelente para esse feito, bem como facultando todo o apoio necessário para o sucesso e desenvolvimento das suas carreiras, apostando assim no TRRC, que se mostra o tipo-ideal de Troféu para concretizar os nossos intentos. ” 
O OVERSTEP Racing Team, está neste momento em fases de preparação e de estudos com vista a alargar a sua área de trabalho, motivo pelo qual muito brevemente serão divulgadas novidades sobre os projectos em que a equipa está a trabalhar. 

quarta-feira, 29 de maio de 2013

2º RALISPRINT ABADIM / CABECEIRAS DE BASTO - INFORMAÇÕES

Sob a organização do Motor Clube de Guimarães em pareceria com o Team Baia e chancela da FPAK, realiza-se no próximo dia 9 de Junho a segunda edição do Ralisprint Abadim / Cabeceiras de Basto, 5ª prova pontuável para o Campeonato Inter Municípios Norte.
Recorrendo ao espectacular traçado de asfalto localizado em plena Serra da Cabreira, que outrora serviu de palco à passagem do Mundial de Ralis, a prova contará com 4 passagens estando o início da competição previsto para as 11 horas do dia 9.
Para esta edição, a organização não irá apresentar grandes mexidas sendo apenas de destacar a eliminação da chicane artificial por forma a aumentar o nível de espetacularidade, bem como ligeiras alterações no início e final da classificativa numa clara aposta ao nível da segurança.
Para o dia 8, vésperas da prova, os pilotos irão poder realizar as verificações técnicas e documentais sendo o aeródromo de Abadim novamente o centro operacional do rali. A organização informa que o final do dia 8 estará reservado ao convívio entre pilotos, familiares e amigos na zona de lazer do Oural próximo do aeródromo, local no qual vai ser servido porco no espeto aos presentes.
O regulamento da prova já se encontra disponível bem como as inscrições, que decorrerão até ao dia 6 de Junho, estando limitadas a 80 equipas.


Para mais informações, consulte a pagina oficial do Motor Clube de Guimarães, o site do Team Baia ou a página oficial do evento no facebook em www.facebook.com/events/362305420536108/ 

VI Rallye Comarca da Ulloa: Vázquez - Prieto ganan en un final de infarto

foto Carlos Fontano
La Copa Kumho acudía a Palas de Rei para disputar su cuarta prueba de la temporada. Con las ausencias de Borja Vila o Álvaro Figueira, todo parecía dispuesto para una victoria de Pablo Fernández, que en este caso se enfrentaba a rivales como Álvaro Méndez, Marcos Rodríguez, o Javier Bouza, que este año está haciendo muy buena actuación en el Gallego de Slalom.
Scratch para Álvaro Méndez en el tramo espectáculo que abría la carrera, pero su Peugeot 106 se volvía a romper en el primer tramo de la mañana, su cuarto abandono en cuatro rallyes.
Así, Marcos Rodríguez se situaba en cabeza al comienzo, por delante de Fernández y Adrián Vázquez. Pero en el primer tramo la clasificación daba un vuelco. Pablo Fernández pinchaba y Marcos Rodríguez cedía bastante tiempo, dejando a Adrián Vázquez al frente, con Iván Vázquez en segunda posición, pero que tampoco duraria mucho en carrera. Entonces Marcos Rodríguez se acercaba peligrosamente a esa primera plaza, pero también abandonaba por avería.
En el último bucle estaría la victoria muy apretada, ya que Adrián Vázquez penalizaba 1:20 en la asistencia y tanto Javier Bouza como Francisco Javier Pico llegaban a adelantarle antes del último tramo, pero en esa segunda pasada de Melide, la especial más complicada del rallye, Vázquez se sacaba tres segundos de la manga y lograba imponerse sobre ambos por un margen de 1,3 segundos.
Cuarto, José Seijo con su espectáculo habitual, y quinto y último, Pablo Fernández, a pesar de haber marcado la mayoría de scratchs tras su pinchazo, que pese a ello no pone en riesgo su liderato, ya que de sus perseguidores sólo Adrián Vázquez le ha recortado puntos. Para Narón se espera una gran lucha por la victoria, ya que Borja Vila estrenará un nuevo motor (pasa del 1.3 al 1.6) en su 106 y además corre la prueba de casa. 

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Mau início de época para Rafael Lobato

Disputou-se neste fim-de-semana a jornada inaugural do Campeonato de Portugal de Offroad 2013, no Circuito da Costilha em Lousada, com 40 pilotos inscritos.
Foram dois dias em que as condições atmosféricas foram boas, o que contribuiu para que as bancadas apresentassem uma moldura humana muito interessante, comparecendo a esta prova 12 pilotos na categoria Super 2000, a classe rainha para viaturas de tração à frente até 2000 cc de cilindrada.
Rafael Lobato fazia a sua estreia nesta categoria e teria que enfrentar pilotos muito experientes e com viaturas muito competitivas. O piloto de Vila Real já esperava naturais dificuldades devido ao fraco conhecimento que tinha do seu Citroen Saxo, mas nada o tinha preparado para o descalabro que aconteceria durante toda a prova. Numa classe tão participada e competitiva, qualquer falha é muito penalizadora e condiciona a prestação de toda a jornada.
O dia de sábado estava reservado ás verificações técnicas e administrativas, seguindo-se as duas sessões de treinos cronometrados e a 1ª Corrida.
A primeira sessão de treinos ditaria o mote para o resto da prova, pois um problema de alternador fez com que o carro de Rafael Lobato ficasse parado na pista logo na volta inicial. Resolvido o problema, seguia-se a 2ª sessão de treinos e a última oportunidade para conseguir um bom lugar na grelha de partida, condição essencial nesta disciplina em que as provas são de sprint e com apenas 5 ou 6 voltas. Depois de 2 voltas para colocar os pneus à temperatura ideal, reconhecer a pista e verificar o comportamento do carro nesta pista, Rafael preparava-se para fazer a sua série de voltas rápidas quando surge um problema na caixa de velocidades que somente permitia a utilização das velocidades superiores erraticamente. Sendo assim, e só conseguindo utilizar normalmente as duas primeiras velocidades, não é de admirar que apenas tenha alcançado o 9º tempo a cerca de 1,3s do piloto mais rápido, Bruno Lima.
Com pouco tempo de intervalo para a 1ª Corrida, foi tentada uma reparação do problema. O grupo de pilotos desta Divisão foi dividido em 2, tendo Rafael Lobato ficado na Série A, de onde partia no 5º lugar.
Com um arranque excepcional, chega à primeira curva em 2º e a disputar a posição de liderança. Esta luta duraria pouco tempo pois voltou a ter alguns problemas com a caixa de velocidades e de pneus que fizeram com que baixasse à 3ª posição final nesta Série e ao 6º lugar no total da Corrida.
O dia de Domingo estava reservado para a disputa das Corridas 2 e 3 e ainda a Final A e B.
Depois de um Warm-up em que tudo parecia estar normal, os pilotos dirigiram-se para a pré-grelha da Corrida 2. Quando Rafael Lobato foi chamado para o 3º lugar da grelha de partida da sua série B, verificou que não conseguia engrenar nenhuma mudança pelo que a sua prova terminou ali mesmo. Com a consequente penalização em pontos que a não participação implica, toda a prova estaria muito comprometida a partir dali e seria muito difícil fugir aos últimos lugares, caindo para o 11º lugar e penúltimo na classificação geral.
A corrida 3 seria mais uma repetição dos problemas acontecidos anteriormente. Partindo de último lugar na série A, conseguia subir vários lugares no arranque, mas logo depois começava a atrasar-se irremediavelmente com os problemas mecânicos que afligiam o seu carro. No final acabava em 4º da sua Série e mantinha o 11º lugar na geral.
A última hipótese de remediar os estragos estava na Final B, em que os 2 primeiros classificados seriam repescados para a Final A, que ditava os lugares mais altos da classificação final e a atribuição dos pontos mais altos para a classificação do Campeonato.
Arrancando do último lugar, chegou à primeira curva no 2ª posto. Depois de alguns toques que sofreu na travagem, desceu para 3º mas voltaria a subir para 2º ainda na volta inicial. O atraso para o líder já era significativo mas o Rafael ainda conseguiu encurtá-lo. O 2º lugar era mais do que suficiente, mas os problemas de caixa de velocidades regressaram ainda mais fortes, pois desta vez apenas podia usar a 1ª velocidade. Até ao final lutou o mais que pode para conservar o 2ª lugar que dava direito a participar na Final, mas não conseguiu resistir nas 3 voltas que ainda restavam e acabou por ser ultrapassado por outro piloto, terminando em 3º lugar.
A prova de Lousada viria a ser ganha por Rui Sirgado, que se mostrou muito forte desde o início, seguido de Helder Ribeiro e Pedro Alves que fez uma prova fantástica.
A equipa vai agora reunir-se para discutir tudo o que se passou nesta prova e discutir quais os passos seguintes a tomar. Várias coisas vão ter que mudar pois o piloto tem noção de que pode vir a ser muito competitivo nesta época de estreia na Divisão superior, mas precisa de rodar o maior tempo possível no carro e sem problemas.
Queremos mais uma vez agradecer o apoio dos patrocinadores, amigos e todos que acompanham a carreira do Rafael e que nos visitaram em Lousada. Tudo faremos para honrar o vosso apoio constante e prometemos que vamos regressar em força já na próxima prova, em Sever do Vouga, nos dias 15 e 16 de Junho.

RALIS: NOTÍCIAS BREVES

HYUNDAI i20 WRC JÁ RODA
foto Oficial
A Hyundai efectuou finalmente o primeiro grande teste à sua nova "arma" para o Campeonato do Mundo de Ralis. Ao longo de mais de 500 quilómetros, o novo i20 WRC rodou exaustivamente tendo toda a equipa técnica estudado todos os componentes mecânicos com especial incidência no motor 1.6 Turbo.
O teste, decorrido na Alemanha, foi o primeiro de um extenso programa de testes no qual a Hyundai pretende aperfeiçoar ao máximo o i20 WRC de forma a conseguir homologar o modelo coreano no início de 2014 a tempo do primeiro rali do calendário.
Do plano de testes fazem parte inúmeras deslocações por vários países que recriem os vários cenários que compões o Mundial, a fim de testar a maquina nas mais diversas condições. 
Quanto a pilotos, não foi ainda revelado oficialmente nenhum nome, nem tão pouco o nome do piloto responsável por este primeiro teste embora alguns rumores apontem o neo-zelandês Hayden Paddon como o primeiro piloto de testes da equipa.

WRC: KOSCIUSZCO TROCA MINI POR UM FORD
O polaco Michal Kosciuszco irá mudar-se para um Ford Fiesta WRC da M-Sport a partir do Rali da Sardenha. Depois de um início de época bastante problemático, o piloto da Lotos Team optou por deixar de lado o Mini JCW WRC da Motorsport Itália tentando desta forma progredir na sua carreira ao volante de um mais competitivo Ford Fiesta.
A exemplo do sucedido com Armindo Araújo, a equipa liderada por Bruno di Pinato mostrou-se incapaz de colocar à disposição do seu piloto titular um carro minimamente competitivo e fiável, tendo sido esse o principal motivo para a alteração de planos do piloto polaco.
Kosciuszco ainda não tem garantida a presença no Rali da Grécia ao volante do Mini estando em pé a possibilidade de estar ausente na prova grega, passando a dispor da nova "montada" a partir do Rali da Sardenha.

VIEIRA DO MINHO APOIA RALI DE PORTUGAL
A exemplo do sucedido com a autarquia de Fafe, a autarquia de Vieira do Minho tornou público o seu apoio ao Rali de Portugal caso a prova se desloque para o norte do país no próximo ano. A decisão prende-se com o reconhecimento do Rali enquanto pólo dinamizador da economia da região bem como das potencialidades que a passagem do rali oferece em termos de promoção ao concelho.
Desta forma, caso o ACP opte por fazer regressar às origens o Rali de Portugal, Vieira do Minho mostra-se pronta para abraçar o desafio juntando-se à autarquia de Fafe que, desde o primeiro momento, tem-se mostrado particularmente empenhada em receber a caravana do WRC a curto prazo.
O Rali de Portugal de 2014 deverá ser oficialmente apresentado no final de Agosto aquando da realização do Rali da Alemanha.

TEODÓSIO VENCE A SUL; MOURA NOS AÇORES
foto Rui Fonseca - Ralis Online
Ricardo Teodósio venceu o Rali Cidade de Beja. A prova, pontuável para o Regional Sul, foi marcada pelo muito calor e pela intensa luta entre os primeiros classificados. 
Apesar de vencer a totalidade das pecs, Teodósio segurou a vitória por apenas 9,9 segundos sobre um muito combativo Carlos Martins. Luis Mota fechou os lugares do pódio enquanto nas 2 rodas motrizes Marco Ferreira foi o vencedor.
No Rali Sical, prova pontuável para o Regional dos Açores, Ricardo Moura impôs a sua superioridade nos troços da ilha Terceira liderando desde a primeira classificativa terminando no lugar mais alto do pódio com mais de 1 minuto de vantagem sobre Luis Miguel Rego, o segundo classificado. 
No terceiro lugar ficou Henrique Moniz que, ao volante de um Citroen C2 foi o melhor entre os 2 rodas motrizes.

AMOB Racing: Top 10 no Rali de Cidade de Fafe

Sérgio Aguiar e João Aguiar participaram no passado fim-de-semana no Rali Cidade de Fafe, prova pontuável para o Campeonato Inter-Municipios Norte 2013.
Com sessenta equipas à partida, Sérgio e João conquistaram a primeira posição na divisão 5 (quatro rodas motorizes), ao que juntaram ainda a nona posição da classificação absoluta.
A dupla do BMW 325 IX entrou com o pé direito e assumiu a liderança da prova na divisão, mas na segunda especial de classificação um pião levou ao que o seu tempo piora-se 0,1 segundo.
Na terceira especial do rali, a dupla tentou impor um ritmo elevado conseguindo obter o seu melhor crono e ainda uma subida na tabela classificativa, eles que eram apoiados pela AMOB, Carfoto, Mobilub, L3W Material Eléctrico e Pedro Oculista.
A próxima prova realiza-se nos dias 8 e 9 de Junho em Cabeceiras de Basto, prova esta que será a quinta prova do CIN.

ENEOS Campeonato Portugal Sport Protótipos, Estoril

Corrida 1 -  De trás para diante

Quando tudo faria esperar o oposto, após a uma sessão de treinos cheia de problemas que impediu quer Gonçalo Araújo, quer João Calado Luís, de averbarem uma única volta em treinos, os dois pilotos do Norma Eneos venceram a corrida deste Sábado do Campeonato de Portugal de Sport Protótipos, que fora liderada na sua maior parte por César Machado. Aliás, parecia que a má sorte iria continuar pela corrida adentro, com Araújo a arrancar atrás da confusão gerada quando o Norma de Mário Melo, o Wolf de António Ricciardi e o Radical de Francisco Abreu todos disputaram o mesmo pedaço de reta. Mal a prova tinha começado, com Machado a liderar e Abreu instalado em segundo, Gonçalo Araújo vem para a boxe com problemas no selector e enceta então uma espantosa recuperação que deixaria João Luís, também ele a fazer uma corrida impecável, em posição de ganhar, até porque na fase final da prova Gonçalo Inácio começa a perder rendimento com o seu Norma também a falhar. Várias penalidades por exceder a velocidade no Pit Lane e outras paragens nas boxes confundiram a evolução da corrida em relação aos lugares seguintes, com Mário Melo e depois Paulo Costa em luta com Colin Bain, que acabaria por vencer nos Radical, e as meninas também a perder algum tempo quando Rosário Sottomayor pára na boxe por ouvir um ruído estranho no carro, que não era mais que um colector rachado. Mesmo assim, as duas acabaram em sexto, e segundo dos Radical, já que mesmo no final, Francisco Abreu ficaria sem transmissão após uma corrida impecável que foi também a sua estreia no Estoril. 

Corrida 2 - A Sorte de uns é o azar de outros

Podia ser este ditado a definir a segunda corrida do Campeonato de Portugal de Sport Protótipos disputada este Domingo no Estoril. De facto, se logo no arranque Gonçalo Inácio se colocou no comando e foi escapando a João Luís a bom ritmo, arriscando mesmo um pouco, tudo seria em vão quando uma troca de pilotos atabalhoada fez Gonçalo Araújo assumir o comando. Cá atrás, Nuno Santos perdera a vantagem ganha num excelente arranque quando o seu cinto de soltou e o fez perder dois lugares de uma assentada. Também Paulo Costa já tinha desistido com um curto-circuito nas bobines do Norma M20C, quando se começaram a dar as trocas de pilotos. O Norma que comandava parou primeiro, mas ao trocarem a backet para o mais pequeno César Machado, um dos cintos ficou entalado nesta, obrigando o piloto a perder cerca de 40 segundos e com isso o comando da prova. "Quando eles se enganaram na troca, foi só levar o carro até ao fim" disse modestamente o vencedor Gonçalo Araújo, ignorando a sua melhor volta canhão de 1.37,938, a mais rápida do fim de semana no Estoril. 
Na Categoria C3, Francisco Abreu fez mais uma corrida sem novidade e sem adversários à altura na sua classe, foi ao pódio da geral, deixando Colin Bain um distante segundo a duas voltas. Azar para as "meninas" também, com Rosário Sottomayor a ver o selector do Radical começar a falhar e finalmente partir deixando-a em sexta, sem que Margarida Barbosa tivesse chegado sequer a andar no carro, e logo quando tinha ultrapassado Colin Bain e outro segundo lugar parecia garantido. 
Assim, a dupla Belga Donald Naessens e Wim Geentjens fechou o pelotão. Agora, é lamber as feridas até à Boavista, que promete mais inscritos e muita animação!

C 1 - POS PILOTOS CARRO
1º Gonçalo Araújo/João Luis – Norma M20FC 28 voltas em 50m04,467s
2º Gonçalo Inácio/César Machado - Norma M20F, a 37,677s
3º Nuno Santos/António Ricciardi - Wolf GB08, a 52,280s
4º Mário Melo/Paulo Costa – Norma M20FC, a 1 volta
5º Colin Bain - Radical SR3, a 1 volta
6º Rosário Sottomayor/Margarida Barbosa - Radical SR3, a 3 voltas
7º Donald Naessens/Wim Geentjens - Radical SR3, a 3 voltas
8º Francisco Abreu - Radical SR3, a 5 voltas

C 2 - POS PILOTOS CARRO
1º Gonçalo Araújo/João Luis – Norma M20FC 29 voltas em 50m42,957s
2º Gonçalo Inácio/César Machado - Norma M20F, a 45,857s
3º Francisco Abreu - Radical SR3, a 58,164s
4º Colin Bain - Radical SR3, a 2 voltas
5º Nuno Santos/António Ricciardi - Wolf GB08, a 52,280s
6º Donald Naessens/Wim Geentjens - Radical SR3, a 3 voltas

Campeonato:
CN
1º Gonçalo Araújo/João Luis – 90 pontos
2º Gonçalo Inácio/César Machado - 79 pontos
3º Mário Melo/Paulo Costa – 45 pontos
4º Nuno Santos/António Ricciardi - 30 pontos

C3
1º Francisco Abreu - 87 pontos
2º Donald Naessens/Wim Geentjens - 66 pontos
3º Colin Bain - 43 pontos

RALI CIDADE DE FAFE: VITÓRIA DUPLA PARA CASTELA E FARIA

João Castela e Ricardo Faria venceram o Rali Cidade de Fafe, prova pontuável para o Campeonato Inter Municípios Norte e que contava também com um Ralisprint extra campeonato.
A dupla do Citroen Saxo impôs-se na classificação geral de ambas as competições averbando uma dupla vitória na prova tutelada pela Demoporto.
Entre os concorrentes do Inter Municípios, Gaspar Pinto, navegado por Alberto Santos, levou o seu BMW ao 2º lugar da geral ficando a apenas 1,6 segundos do vencedor e com uma vantagem de umas curtas 8 décimas de segundo para o 3º classificado, denotando-se a excelente competitividade que marcou esta prova.
Hélder Miranda e Rui Teixeira colocaram o Seat Ibiza no ultimo lugar do pódio ficando a apenas 8,2 segundos do vencedor da prova.
Seguiram-se na classificação geral as duplas Domingos Silva / Ricardo Oliveira, Jacinto Oliveira / Marco Costa e a encerrar o top 6 os vencedores entre os clássicos António Coimbra e Carlos Toscano.
Relativamente ao Ralisprint, que contou com 4 passagens pelo conhecido troço da Queimadela, João Castela, como já foi referido venceu seguido da dupla Rui Ribeiro / Pedro Fernandes, num bonito Ford Escort MKI com o qual superou Helder Miranda que repetia assim o resultado obtido no Inter Municípios.
CIN - CLASSIFICAÇÃO FINAL
RALISPRINT - CLASSIFICAÇÃO FINAL

GALERIA DE FOTOS

domingo, 26 de maio de 2013

F1: Nico Rosberg vence GP do Mónaco

foto Auto Sport

Exatamente trinta anos depois do seu pai Keke Rosberg ter vencido o GP do Mónaco, Nico Rosberg estreou-se a ganhar no Principado, naquela que é a segunda vitória da sua carreira na F1 e a primeira da Mercedes este ano.
Sebastian Vettel foi segundo classificado, na frente de Mark Webber, numa excelente operação em termos de campeonato para o líder da Red Bull, já que não só o piloto que perseguia o alemão mais de perto, Kimi Raikkonen, foi apenas 10º devido a um furo nas voltas finais da corrida, como também pelo facto de Vettel ter ganho pontos a Lewis Hamilton, que foi quarto e a Fernando Alonso, que se quedou pela sétima posição, num fim de semana muito mau para a Ferrari. O inglês da Mercedes, perdeu o segundo lugar aquando da entrada do primeiro safety-car em pista, já que ao ir às boxes pouco depois de Rosberg, viu-se passado pelos dois Red Bull. Adrian Sutil foi um excelente quinto classificado, um bom prémio para o que lutou em pista. Jenson Button foi sexto, numa corrida em que Sergio Pérez brilhou com ultrapassagens fabulosas (afinal é possível ultrapassar no Mónaco), mas estragou tudo numa delas, a Raikkonen, ao danificar uma asa, levando-o ao abandono perto do fim.
(fonte Auto Sport)

Problema mecânico “rouba” vitória ao Vodafone BP Ultimate Team


Disputou-se hoje a segunda prova pontuável para o Campeonato de Portugal de Circuitos, no Autódromo do Estoril, e na qual a equipa Vodafone BP Ultimate Team participou.
A corrida previa-se competitiva, dadas as diferenças de milésimos que definiram a pole position.
José Pedro Fontes arrancou na segunda posição da grelha mas levou o Mercedes SLS AMG GT3 da Sports&you ao primeiro lugar logo na primeira curva, posição que manteve durante os quarenta e cinco minutos que esteve em pista. Miguel Barbosa, continuou a ganhar vantagem aos adversários, até que uma falha técnica no Mercedes retirou à equipa uma desejada e merecida vitória. A equipa da Sports&You ainda conseguiu por novamente o Mercedes em pista, mas já com uma perda de tempo preciosa que não permitiu à equipa a conquista da vitória.
Para José Pedro Fontes “ mais uma vez a sorte não esteve connosco. Depois de dominarmos os treinos livres, de uma qualificação em que a pole position foi discutida ao milésimo e de termos conquistado, mais uma vez, a volta mais rápida na corrida, não é justo este desfecho . Conseguimos alcançar a liderança, e ganhar uma vantagem importante. Fiz um turno sempre no limite, e quando passei o carro ao Miguel, ele continuou a ganhar vantagem aos nossos adversários, o que nos fez acreditar que iriamos sair do Estoril com uma vitória. Infelizmente um problema mecânico, quando me preparava para voltar à pista, “roubou-nos” essa hipótese. Estou triste, porque estávamos a ser os mais competitivos e merecíamos esta vitória.”
Também Miguel Barbosa ficou “ profundamente desiludido com o desfecho desta prova. Desde o início que demonstrámos que estávamos bastante fortes e dominamos a corrida por completo, até surgir um problema mecânico que nos afundou na classificação após uma longa reparação nas boxes. Recebi o carro em primeiro e estava a aumentar a nossa vantagem mas a sorte não esteve do nosso lado. Queremos já na Boavista acabar com o azar e vencer como em 2011.”
A próxima prova do Vodafone BP Ultimate Team será o circuito da Boavista, no Porto, nos dias 28, 29 e 30 de Junho.

sábado, 25 de maio de 2013

A. MAIA SPORT TESTOU EM FAFE - FOTOGRAFIAS

Com vista às próximas rondas do Campeonato Open de Ralis, a equipa poveira A. Maia Sport deslocou-se até à zona de Gontim onde o piloto Júlio Maia voltou a sentar-se ao volante do Peugeot 206 S1600 depois do atribulado Rali SantoThyrso ConVida.
Presente no local esteve também o 206 RC da equipa com o qual Júlio Maia efectuou algumas passagens. A  equipa do Mais Ralis Menos Futebol esteve no local deixando-nos algumas imagens desta sessão de testes, um trabalho de Manuel Castro.

sexta-feira, 24 de maio de 2013

SATA RALLY AÇORES - GALERIA DE FOTOS

Um trabalho de Nélio Esteves - http://needicoes.blogspot.pt/
(Clique na imagem para ver galeria completa)

BPinhão Racing Team ao ataque no Rali TT Serras do Norte


A dupla Bruno Pinhão/José Caetano, participa no próximo fim-de-semana de 1 e 2 Junho, no Rali TT Serras do Norte, prova na qual saíram vencedores da classe promoção em 2012.
Esta equipa quer esquecer os azares sentidos na primeira ronda do campeonato na Ervideira, repetindo o excelente resultado alcançado no ano passado.
“No ano passado fizemos aqui uma boa prova e vencemos, este ano esperamos repetir o resultado, temos no entanto consciência que estamos numa nova classe e que os nossos adversários também querem fazer aqui boas classificações, mas as coisas são assim mesmo, quanto mais competitivo for o campeonato mais motivante é para nós pilotos e para o publico em geral.” disse Bruno Pinhão.
Esta será a vigésima edição do Rali TT Serras do Norte, centrado mais uma vez em Fafe e Ribeira de Pena. A Super-Especial, de dia 1, volta a ser realizada nos míticos pisos em terra de Fafe/Lameirinha com uma extensão de 7,6 km, proporcionando a pilotos e espectadores imagens únicas.
A BPinhão Racing Team, conta mais uma vez e agradece o apoio dos seus amigos e patrocinadores, em particular Maxxis/Easy Pneus, Adega Cooperativa da Vidigueira, RNM, Inogás e Vale da Rosa sem eles não seria possível.

quinta-feira, 23 de maio de 2013

VODAFONE BP ULTIMATE TEAM MOTIVADA PARA ESTORIL

Vai decorrer no próximo fim-de-semana, 25 e 26 de Maio, no autódromo do Estoril, a segunda prova pontuável para o Campeonato de Portugal de Circuitos, onde a Vodafone BP Ultimate Team participará. Esta prova não contará com a presença os concorrentes do Supercars Internacional, mas, dada a lista de inscritos, espera-se bastante competitiva.
Os Pilotos Miguel Barbosa e José Pedro Fontes alinharão ao volante do Mercedes SLS AMG GT3 da Sports&you, confiantes e otimistas.
Miguel Barbosa está “animado e confiante. Temos trabalhado para conseguir estar no Estoril em condições de lutar pela vitória. Sendo este um circuito que ambos conhecemos bem, e onde o Mercedes é competitivo, esperamos atingir um bom resultado. Sabemos que vamos ter adversários tão bem preparados quanto nós, mas esperamos ver refletido em pista, o fruto do nosso trabalho.”
Também José Pedro Fontes assegura que “ estamos motivados para esta prova pois verificamos com a nossa participação em Aragon que estamos competitivos. Trabalhamos durante este período para resolver os problemas com que nos deparamos em Espanha, e estamos confiantes que conseguiremos atingir os objetivos a que nos propomos no Estoril, lutar pela vitória.”

Horário:
Sábado, 25 de Maio:
8.45h - Treinos Livres 1
10.30h - Treinos Livres 2
12.55h - Treinos Livres 3
16.25h - Qualificação
Domingo, 26 de Maio:
11.45h - Corrida (2 horas)

KARTING: Diogo Pinto e João Vairinhos Em leiria para lutarem pelo Pódio…


João Vairinhos e Diogo Pinto, que participam no Campeonato de Portugal de Karting, com as cores da Abarth e da Flor das Hortas, vão disputar nos próximos dias 25 e 26 de Maio, a segunda prova do Campeonato de Portugal de Karting, no Kartódromo dos Milagres, em Leiria, com o objetivo de lutarem pelos lugares do pódio nas categorias Juvenil e Júnior.
Diogo Pinto na categoria Júnior, que esteve ao seu mais alto nível, na 1ª Prova do campeonato, onde imprimiu um ritmo impressionante e foi “Imperial” com a sua habitual condução, deliciando assim, o muito público que esteve presente no Bombarral, pretende continuar a vencer e a subir ao lugar mais alto do pódio… 
“Em Leiria, vou tentar lutar sempre pelo 1º lugar em todas as corridas, como sempre faço. Sei, que não vai ser uma tarefa fácil, visto, que tenho muitos e bons adversários, e todos pretendem vencer como eu. Por isso antevejo desde já umas corridas muito animadas, porque todos temos boas hipóteses de vencer”… diz-nos Diogo Pinto
Na categoria Juvenil, João Vairinhos, que no Bombarral se estreou ao volante de um Chassi FA, e esteve a todos os níveis Brilhante, já que em todas as corridas lutou por um lugar no pódio, tendo sido inclusivamente o principal animador das intensas lutas pelo 2º e 3º lugar, que aconteceram na categoria Juvenil.
Na 2ª prova do Campeonato de Portugal, João Vairinhos pretende voltar a fazer o mesmo no Circuito de Leiria, mesmo tendo a desvantagem de nunca ter corrido na Pista dos Milagres…
“Estou muito confiante para esta prova, mesmo sem nunca ter corrido em Leiria. Sei muito bem, que vai ser muito difícil, já que os meus principais adversários são muito fortes e qualquer um deles, já têm um grande conhecimento desta pista de muitos anos, porque já disputaram muitas corridas em Leiria… enquanto eu apenas treinei no passado fim-de-semana! Mas mesmo assim estou confiante, que vou lutar novamente por um lugar no Pódio”… Antevê João Vairinhos.

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Rafael Lobato inicia a época de Ralicross em Lousada

Depois de 3 falsas partidas, tudo se conjuga para que o Campeonato de Portugal de Offroad 2013 tenha o seu início no próximo fim-de-semana, no Circuito da Costilha em Lousada.
Rafael Lobato marcará presença na prova ao volante do seu Citroen Saxo Kit-Car em que apostou para disputar este Campeonato. Apesar de ainda apenas ter feito pouco mais de 10 voltas ao volante do novo carro, o piloto está confiante num bom resultado apesar de ter plena consciência que pouco conhecimento que tanto ele como a equipa têm sobre a nova viatura será uma grande desvantagem nesta fase inicial da competição.
Se a isto juntarmos o facto de a lista de inscritos apresentar 13 pilotos nesta Divisão Super 2000 (facto que já há vários anos não se via e que também é de saudar) e de muitos deles serem pilotos bastante experientes e com carros bastante competitivos, não se augura nada fácil a tarefa do jovem Campeão Nacional, de apenas 14 anos de idade.
Certamente que o piloto de Vila Real não deixará de dar o seu melhor em pista e encara mais esta prova como uma etapa na sua aprendizagem e adaptação aos carros mais potentes.
O piloto aproveita para convidar todos a marcarem presença em Lousada para o apoiarem, uma vez que as previsões meteorológicas indicam muito Sol e temperaturas muito agradáveis.
Poderão seguir todas as incidências desta participação do piloto através da sua página na internet, através do Facebook do atleta ou por meio da subscrição da sua newsletter, em http://rafaellobato.us4.list-manage.com/subscribe?u=63f8ce1f70d163646be87c898&id=c545a6f238
Na próxima segunda-feira contamos voltar à vossa presença, esperançados de vos poder dar excelentes notícias sobre esta prova de estreia do Rafael.

INSCRITOS

terça-feira, 21 de maio de 2013

PEDRO FINS VENCE NA FALPERRA E REPENSA CONTINUIDADE NO MODELSTAND


A prestação de Pedro Fins na Rampa Internacional da Falperra, ao volante do Lotus Elan 26R, saldou-se por uma vitória na classe e um 3º lugar entre os clássicos. Um resultado positivo e que deixa Pedro Fins confiante para mais algumas provas no Campeonato de Portugal de Montanha. 
"Correu tudo dentro do previsto. Ganhamos na classe, e ficámos em terceiro lugar na classificação geral dos Clássicos. Penso que poderíamos ter sido ainda mais competitivos, mas algumas pequenas contrariedades durante o fim de semana não nos deixaram fazer ainda melhor. Já tinha algumas saudades de guiar o Lotus, e vamos procurar estar presentes em mais algumas rampas ainda este ano."
Já no Desafio Modelstand e Open de Ralis, os resultados com o Peugeot 206 Gti não têm sido tão positivos, o que leva Pedro Fins a equacionar a continuidade neste campeonato. “No Desafio Modelstand temos tido um inicio de época bastante difícil e frustrante, e neste momento já não faz muito sentido 
continuarmos, mas ainda vamos decidir em conjunto com todos os patrocinadores o que fazer em relação à nossa continuidade no Troféu."

segunda-feira, 20 de maio de 2013

GONÇALO DIAS COM ESTREIA POSITIVA


A dupla Gonçalo Dias/Rufino Silva, marcaram presença no Rali Cidade de Guimarães 2013 marcando também a estreia do Peugeot 206 GTI.
Gonçalo Dias foi das figuras da prova, que em processo de adaptação à nova viatura, efetuou excelentes registos.
No final da 1ºsecção do Rali, estava entre os homens mais rápidos das 2 RM no Campeonato Open de Ralis, e em 1º lugar do Campeonato Portugal Júnior de Ralis.
Gonçalo Dias participou nesta prova com a finalidade de testar com vista a fazer alguns quilómetros com o Peugeot 206 e ao mesmo tempo ver onde se situava o seu andamento. "As indicações não poderiam ser melhores pois apesar de alguns contratempos na fase final do rali, que acabou por nos prejudicar na classificação final, o andamento demonstrado foi muito bom, pelo que o 6º lugar da geral nas 2 RM assim como o 2º lugar do Campeonato de Portugal Júnior de Ralis acabou por ser um bom prémio para o andamento evidenciado".
Com o resultado possível depois de alguns contratempos, com a organização do Rali, Gonçalo Dias provou que a sua evolução continua, e mostrou um excelente andamento na sua estreia com o Peugeot 206 GTI.
A Próxima prova é o Rali do Vidreiro, no próximo dia 8 de Junho.

WTCC SALZBURGRING: NYKJAER E NASH REPARTEM VITÓRIAS

foto WTCC Oficial

foto WTCC Oficial
Michel Nikjaer e James Nash foram os vencedores da jornada dupla do WTCC em Salzburgring, na Austria.
Nikjaer, ao volante de um Chevrolet impôs-se na primeira corrida instalando-se na liderança logo nas voltas iniciais suplantando James Nash e Yvan Muller que completaram, por esta ordem, o pódio.
A prova foi algo discreta para as cores da Honda com Tiago Monteiro a não ir além do 12º posto, logo atrás do seu companheiro de equipa Gabriele Tarquini.
foto WTCC Oficial
Para a segunda corrida James Nash, que partira da pole, segurava a liderança da prova até ao final vencendo pela primeira vez no WTCC. Yvan Muller foi o segundo classificado depois de suplantar Norbert Michelisz que completou o pódio. 
Tiago Monteiro obteve nesta corrida um positivo 4º lugar depois de levar a melhor numa interessante luta com Michel Nikjaer e Alex McDowall, 5º e 6º classificados finais.

Rali azarado para Amazing Team


Foi para a estrada no passado fim de semana o Rally Cidade de Guimarães, uma prova inovadora no panorama nacional de Ralis, sustentada por um traçado difícil e exigente, sob um clima instável.
A equipa da AMA- Associação de Amigos do Autismo, acabou por desistir na ligação para a Pec.3, tendo o motor  partido “Preparámos este rali ao mais ínfimo pormenor, testámos, conseguimos chegar a um entrosamento ideal entre a equipa, mas faltou-nos a sorte. A mecânica não esteve do nosso lado, sei que são coisas que acontecem nos ralis, mas sinto-me desalentado pois era um rali difícil mas que tinha um traçado também muito bonito e com muita condução. Resta-nos agora continuar a trabalhar para conseguir alcançar os objetivos no próximo rali” disse o piloto que é apoiado pela Optimus, Cepsa, AMAzing – Publicidade e Comunicação, Yzycar, Auto-Rabal, Raifama Automóveis, Overstep e Heads Motorsport. 
O projeto AMAzing Team foca-se principalmente na divulgação da AMA-Associação de Amigos do Autismo, e objetivamente em viabilizar a sustentabilidade e crescimento da mesma, assim como angariar  verbas para a construção de um novo edifício que está orçamentado em 3 milhões de euros, e que servirá centenas de autistas, preenchendo todas as suas necessidades.
A equipa agradece também o apoio especial para este rali, do Hotel Ibis de Guimarães, tratando-se de um hotel de referência na cidade, acolhedor e de condições excelentes para uma boa estadia
A próxima prova  é o Rali Centro de Portugal que se disputará no dia 8 de Junho na Marinha Grande.

domingo, 19 de maio de 2013

RALI CIDADE DE GUIMARÃES / TARGA CLUBE - GALERIA DE FOTOS

(Clique na foto para ver galeria completa)

RALI CIDADE DE GUIMARÃES / TARGA CLUBE - RESUMO

BERNARDO SOUSA VENCE, JOÃO BARROS BRILHA
Bernardo Sousa, acompanhado por Hugo Magalhães, venceu o Rali Cidade de Guimarães / Targa Clube. A prova adivinhava-se muito disputada com as presenças em força dos S2000 quer de Bernardo Sousa, quer dos seus adversários Pedro Meireles e Ricardo Moura. A competitividade da prova ficou desde logo patente no primeiro troço com o piloto madeirense a colocar-se na frente do rali seguido de muito perto por Pedro Meireles e Ricardo Moura. A este equilíbrio de forças, juntou-se logo na segunda classificativa um outro factor que veio dar ainda mais incertezas quanto ao vencedor. As condições climatéricas instáveis colocavam grandes dificuldades aos pilotos e Ricardo Moura seria o primeiro a sofrer as consequências quando um toque na 3ª pec colocava um ponto final na sua prova de estreia com o Skoda Fabia S2000 em asfalto.
Na classificativa seguinte Bernardo Sousa via a liderança caír nas mãos de Adruzilo Lopes depois de ver um braço de suspensão traseira do seu Fiesta ceder, enquanto Pedro Meireles seguia de perto as posições cimeiras. No entanto, Bernardo Sousa conseguia recuperar posições apesar de uma reparação "artesanal" no seu Fiesta voltando à liderança do rali na 6ª classificativa para não mais a perder vencendo inclusive a Power Stage.
Neste troço seria a vez de Pedro Meireles ver o azar bater-lhe à porta com um despiste a obrigar à desistência deixando Adruzilo Lopes num confortável segundo posto.
Mais atrás, João Barros voava baixinho com o Clio S1600. Acompanhado por Jorge Henriques, o piloto efectuava tempos de grande nível tendo inclusive vencido a 4ª classificativa à geral. Esta exibição valeu à dupla um fantástico 3º lugar final ao qual se junta a vitória no CPR 2L/2RM.
De excelente nível foi também o rali de Diogo Gago. Ao volante de um Citroen C2 incapaz de fazer frente ao Clio S1600 de João Barros, o jovem piloto algarvio colocou-se na 4ª posição final, 2º entre os carros de 2 rodas motrizes.
Ricardo Marques fechou o pódio do CPR 2L/2RM ao assegurar o 7º lugar da geral.
Destaque para as inúmeras desistências neste rali como os casos de Moura e Meireles. José Pedro Fontes seria também um dos azarados ao sofrer um violento despiste que, felizmente sem consequencias para piloto e navegador, deixou o Subaru Impreza bastante destruido. 

ANDRÉ MARTINS A TRIPLICAR
André Martins, acompanhado por Ricardo Torres, levam de Guimarães óptimas razões para sorrir. O piloto do Mitsubishi Lancer colocou toda a sua regularidade em prova e escapou às muitas armadilhas do rali vencendo a prova do Open de Ralis, o Regional Norte e ainda o Troféu Rallycar.
Carlos Cruz foi o segundo classificado à geral no Open de Ralis sendo o vencedor entre os carros de 2 rodas motrizes, num rali em que estreava o Peugeot 206 RC com caixa sequêncial.
Fernando Teotónio completou o pódio final, com o piloto do Mitsubishi a ser bastante penalizado com as escolhas erradas de pneus numa altura em que liderava o rali, acabando por caír para o 3º posto final.
Manuel Pinto, João Ruivo e Luis Cambão fecharam por esta ordem o lote dos 6 primeiros classificados.
O Rali Cidade de Guimarães / Targa Clube viu-se algo desfalcado quanto ao Open de Ralis com Carlos Martins a desistir logo no troço inaugural devido à cedência da embraiagem e Diogo Salvi a ter a mesma sorte com o motor partido na 4ª classificativa quando comandava a classificação geral com larga vantagem.
No Regional Norte, André Martins repetiu o resultado obtido no Open sendo seguido na classificação por Pedro Leone, a colocar o imponente Ford Escort Cosworth no segundo lugar com Fernando Teotónio a fechar o pódio final.

JÚNIORES, CLÁSSICOS E FASTBRAVO
José Machado foi o vencedor entre os concorrentes ao Nacional Júnior. O piloto do Citroen Saxo impôs-se sobre Gonçalo Dias, que fazia a estreia ao volante do Peugeot 206. Daniel Rodrigues fecho o Top 3 entre os Júniores.
Nos Clássicos, a única presença em prova foi a de Rui Castro que levou o Dtsun 1200 até ao final sendo naturalmente o vencedor.
Finalmente, o Troféu Fastbravo teve também uma reduzida presença com Nuno Figueiredo a levar a melhor sobre Ariana Pinto nos pequenos Seat Marbella.

RALLY TOUR DE CORSE: BOUFFIER, O ULTIMO A RIR

A última etapa do Rali da Córsega foi pródiga em surpresas. Com as condições climatéricas muito instaveis, as dificuldades das equipas na escolha de pneus veio baralhar a classificação. Jan Kopecky, líder da prova iniciou o dia com um ritmo pouco confiante e logo no primeiro troço era destronado da liderança por um inspirado Bryan Bouffier que logo no troço seguinte ampliou a sua vantagem para 19,5 segundos.
Nos troços seguintes bastou ao piloto francês aguentar os ataques de Kopecky que ainda conseguiu reduzir o seu atraso para 13 segundos. No entanto, o piloto da Skoda via o motor do seu carro ficar a trabalhar em 3 cilindros no ultimo troço impedindo o checo de lutar pela vitória.
Na 3ª posição também se assistiu a uma animada luta com Stephane Sarrazin a levar o Mini ao lugar mais baixo do pódio depois de superar o irlandês Craig Breen, com este ultimo a sofrer um despiste, insuficiente para perder o 4º lugar.
foto Facebook Renato Pita Motorsport & Eventos
Andreas Aigner foi o vencedor no agrupamento de Produção enquanto nas 2 rodas motrizes a vitória foi para o hungaro Kornel Lucasz.
A dupla portuguesa Renato Pita / Marco Macedo, em estreia a nível internacional, terminou o rali na 27ª posição da geral, sendo os 11º classificados nas 2 rodas motrizes. Um resultado que poderia ser melhor, caso a dupla do Peugeot 208 não tivesse sofrido um furo no decorrer da primeira etapa que provocou um grande atraso.
O Campeonato Europeu de Ralis prosegue nos dias 27, 28 e 29 de Junho na Bélgica, com a realização do Rallye de Ypres.